REA e POMAR: desdobramentos de uma Educação Aberta na Cibercultura

Utilize este link para referenciar este recurso externamente: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/16830

  • Título: REA e POMAR: desdobramentos de uma Educação Aberta na Cibercultura
  • Autor(es): Adriana Rocha Bruno;Ana Carolina Guedes Mattos
  • Instituição: Fundação CECIERJ
  • Tipo: EaD em Foco
  • Data: 31/05/2017
  • URL: http://dx.doi.org/10.18264/eadf.v7i1.531
  • Código do Recurso: 16830
  • Descrição: O presente texto apresenta conceitos e a compreensão das autoras acerca da Educação Aberta e também seus desdobramentos, a saber: recursos educacionais abertos (REA), massive open online courses (MOOC) e Percursos Online Múltiplos, Abertos e Rizomáticos (Pomar) como movimentos contemporâneos na/da educação. A dissertação – cuja natureza se deu a partir de uma revisão de literatura – defendida em março de 2015 no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (PPGE/UFJF) foi a base para as reflexões críticas tratadas no texto sobre tais temáticas. Os estudos de Gilles Deleuze e Felix Guattari sobre multiplicidade, devir, plano de imanência e rizoma são tratados como potencializadores para maximizar a complexidade da educação contemporânea. Os REA suscitam transformações singulares na medida em que fomentam o acesso ao conhecimento produzido e o compartilhamento de ideias, recursos e produtos. Destarte, oferecem múltiplas possibilidades de materiais em variados repositórios e formatos que podem ser (re)utilizados em realidades diversas. A incorporação de REA nas práticas educacionais passa a compor esse trajeto na Educação Aberta. Produzir e socializar, colaborativamente, desdobrar, dar/ter acesso, remixar, valorizar as múltiplas produções de conhecimento existentes e incorporá-las ao consumido e ao produzido é ser um educador/aprendiz aberto. Palavras-chave: Educação Aberta, REA, Pomar, Cibercultura. OER and Pomar: Unfolding of Open Education in Cyberculture
© Canal CECIERJ 2022