Motivação Discente no Ensino à Distância em Gestão Pública Sob a Ótica da Autodeterminação

Utilize este link para referenciar este recurso externamente: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/17479

  • Título: Motivação Discente no Ensino à Distância em Gestão Pública Sob a Ótica da Autodeterminação
  • Autor(es): Ruy Fernandes da Silva Costa, João Rafael Martelo, Wagner Dantas de Souza Junior e Sidnei Celerino da Silva
  • Instituição: Fundação CECIERJ
  • Tipo: EaD em Foco
  • Data: 14/08/2020
  • URL: http://dx.doi.org/10.18264/eadf.v10i2.1022
  • Código do Recurso: 17479
  • Descrição: A Teoria da Autodeterminação da psicologia procura explicar a motivação dos indivíduos a partir de fatores intrínsecos que orientam a ação dos sujeitos. No ambiente do ensino, esta teoria contribui para explicar os fatores que influenciam o desempenho do acadêmico. Neste contexto, este trabalho tem por objetivo avaliar os fatores que influenciam o nível de motivação dos discentes de um curso de ensino à distância em gestão pública de uma Instituição de Ensino Superior pública brasileira, à luz da Teoria da Autodeterminação. Foi utilizada a aplicação da análise fatorial por meio da Escala de Motivação Acadêmica, com adaptações ao ensino à distância, em uma amostra de 188 estudantes. Os resultados apontam que os fatores relacionados ao prazer de descobrir coisas novas, de ampliar o próprio conhecimento e a auto superação a vivência de estímulos, são influenciadores da motivação intrínseca dos alunos. Já os fatores relacionados a crença de que a formação universitária aumentará a competência profissional, a provação individual de sucesso nos estudos e a possibilidade de obter um emprego de prestígio no futuro, são os principais elementos que influenciam extrinsecamente os alunos do ensino à distância.
© Canal CECIERJ 2021