COM QUANTAS PEÇAS SE FAZ CIÊNCIA? A ELABORAÇÃO DE UMA PEÇA TEATRAL VOLTADA PARA A EDUCAÇÃO CIENTÍFICA

Utilize este link para referenciar este recurso externamente: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/16849

dc.type Text
dc.title COM QUANTAS PEÇAS SE FAZ CIÊNCIA? A ELABORAÇÃO DE UMA PEÇA TEATRAL VOLTADA PARA A EDUCAÇÃO CIENTÍFICA
dc.description Este artigo tem por objetivo apresentar e discutir a estratégia pela qual a peça de teatro “Toda menina é uma rainha”, que integra pesquisa de doutoramento sobre o imaginário de jovens sobre arte e ciência, foi elaborada. Os fundamentos para a escrita da peça foram, principalmente, pesquisa histórica e dados obtidos a partir de 226 questionários, sobre arte e ciência, respondidos por estudantes entre 12 e 18 anos. No presente trabalho pretendemos discutir como os fundamentos aqui mencionados foram transpostos para a linguagem cênica, visando compor uma peça teatral voltada para a Educação em Ciências. A trama da peça consiste na aventura de dois adolescentes ávidos por conhecer o mundo e a si mesmos, que ao remexerem em antigos livros, transportam-se para o século XVI, em 1582, na Inglaterra, onde vivenciam o cotidiano da época, tornam-se amigos da rainha e presenciam um inusitado encontro entre Galileu Galileu e William Shakespeare.
dc.creator Thelma Lopes Carlos Gardair e Virgínia Torres Schall
dc.created 2017-06-25
dc.publisher Fundação Cecierj
dc.coverage Divulgação Científica
dc.language pt-BR
dc.identifier https://canal.cecierj.edu.br/recurso/16849/metadados
dc.format application/pdf
dc.extent 150.4 KB
dc.subject ciência e teatro
dc.subject educação científica e arte
dc.subject Galileu e Shakespeare
© Canal CECIERJ 2021